15 jun

Você deseja montar um negócio ou ser um escravo em tempo integral?

Veja neste artigo quais negócios você deve evitar caso seu objetivo seja o de ter um negócio com alta escala, um excelente retorno financeiro e bastante tempo livre.

Digamos que você está pretendendo sair do seu emprego atual, ou talvez já não mais esteja trabalhando formalmente e deseja encontrar ideias de como montar um novo negócio.

Certamente se você nunca empreendeu, ou se não possui influências de empreendedores criativos, suas ideias de negócios se basearam até aqui relacionadas a estabelecimentos de sua vizinhança, como por exemplo:

  • você talvez pensou em montar um bar ou boteco
  • talvez pensou em montar uma doceria com opções de sorvete
  • talvez pensou em montar um minimercado
  • em um sacolão…

 

Mas o que há de errado com esses negócios?

Não há nada de errado!

São todos negócios dignos e que levam o sustento mensalmente para diversas famílias, e sim, podem ser lucrativos.

Mas pare para pensar, se você deseja sair da média e construir um negócio que te proporcione tempo livre, alta escala e dinheiro como você nunca sonhou em ter, esses são alguns dos negócios a se evitar.

 

Ainda não convencido?

Deixe te contar uma história.

Certa vez um rapaz com seus 45 anos e poucos resolveu que deveria montar seu negócio próprio, pois já estava cansado de sua rotina.

Esse rapaz só vivia reclamando que não podia marcar nada aos finais de semana (devido a empresa chama-lo para horas extras), e sobre o fato que as suas férias nunca saiam na data prevista.

Talvez esse começo de história soa familiar, não é verdade?

 

Largando o emprego para montar o sonhado negócio próprio

montar um negócio próprio

Já escutou aquela frase: seus sonhos podem se tornar realidade.

Chega um belo dia e esse rapaz conseguiu fazer um bom acordo rescisório com a empresa ao qual trabalhou por oito longos anos.

Apôs isso, foi tirar umas férias com a família, e durante as mesmas pensou bastante qual seria o negócio que eles iram abrir.

O rapaz adorava tomar uma cervejinha com os amigos, e adivinha qual foi o negócio escolhido?

Ele pensou em tudo: meu bar vai ter porções, porque o de fulano não tem e o pessoal pede bastante, meu bar não vai ter fiado, porque o de fulano de tal toma muito calote, e por aí seguiu com suas excelentes ideias.

 

Os primeiros 06 meses apôs abrir o bar

Apôs 06 meses o seu bar se consolidou e lucrava mensalmente o equivalente a 5 salários mensais que o mesmo recebia em seu emprego anterior.

Olhando por esse lado foi uma grande vitória, mas qual era o grande objetivo quando o rapaz teve a ideia de ter seu próprio negócio?

Ele gostaria de ter mais tempo livre, correto?

Agora não mais o seu emprego lhe tomava seus finais de semana e sim seu próprio negócio!

O rapaz até tentou colocar dois funcionários durante alguns finais de semana, mas o seu lucro foi reduzido e a qualidade do atendimento caiu.

Acredite essa é uma história verídica!

Esse rapaz continua com seu estabelecimento e proporciona uma boa vida a sua família, mas o grande problema é que seu negócio lhe toma todo o seu tempo e não possui escala.

 

Qual seria a grande solução?

Uma das soluções para o rapaz seria a de montar franquias do modelo de negócio do seu bar.

Com isso ele conseguiria ter escala e mais tempo livre.

Mas analisando friamente, quanto bares que você conhece poderiam ser replicados? Ou seja, tem a estrutura de se tornarem franquias como o do rapaz da história a cima?

 

Onde encontrar ideias de negócios com escala?

Uma coisa você precisa saber: “Crescer doí”.

A grande maioria das pessoas que pretendem abrir seu negócio próprio não desejam sair de sua zona de conforto, acabam escolhendo os segmentos comuns ou optam por franquias (que muitas vezes são empregos disfarçados).

A grande dica: não siga a manada!

Pesquise por segmento criativos como por exemplo no canal:

Talvez você tenha medo de mudar, de aprender coisas novas, mas a grande verdade é que crescer doí!

Veja o vídeo abaixo onde o empresário e grande empreendedor Flávio Augusto fala sobre esse assunto.

https://youtu.be/W3HPnXDmZpg

 

Você vai precisar de visão, coragem e competência!

Ainda seguindo os conselhos do Flávio Augusto, podemos afirmar que toda grande marca teve no seu começo alguém que seguiu estes elementos fundamentais.

  • Visão

Ao encontrar uma grande oportunidade, ou apôs ter aquela ideia criativa, onde poucos se atreveram ousar, a visão tem seu papel fundamental.

  • Coragem

A grande maioria das pessoas ficam apenas na visão.

Talvez você já conheceu pessoas com boas ideias e pouca coragem, isso é normal.

  • Competência

De nada adianta ter a visão, a coragem, se a competência não for construída no caminho!

Bem verdade que você não deverá esperar por boas condições, a fim de construir as habilidades necessárias para o sucesso do negócio.

Essas habilidades devem ser trabalhadas durante o caminho, e se preciso, mude de negócio, mas não mude seu espirito de empreendedor.

 

Dica extra

como montar um e-commerce

Imagine ter um negócio extremamente lucrativo, que tenha escala, que funcione 24 horas e realiza vendas até mesmo quando você está dormindo.

Estamos falando de uma loja virtual.

Aprenda nesta palestra totalmente gratuita, dicas de como você poderá lucrar os primeiros R$10 mil em vendas com seu futuro e-commerce.

 

Por fim…

Qual sua opinião sobre o assunto?

Gostou do artigo? Deixe um comentário abaixo com suas dúvidas, críticas ou sugestões.